Pular para o conteúdo principal

Postagens

Domínio da natureza! - seleção-

Seleção! Em todos os meios, de todas as formas, sendo usada racionalmente ou não.
A seleção é a origem da existência humana, como é conhecida hoje, devido a todo processo ocorrido até tal estágio. Mesmo existindo divergências em relação a este pensamento, que por si própria não se completa, com o fato da explosão cambriana- ponto na história da evolução a qual aparece ao mesmo tempo diversas espécies no mundo todo-.


Mas será mesmo coerente chamar tal processo de evolução, quando se trata dos humanos?

Talvez em certo aspecto, com certa lógica, porém o que mostra é a criação de um ser nocivo até então sem precedentes. O racional possui vontades, cobiça, mas diferente do desejo que é inerente também em outras espécies, busca aquilo que não necessita, por mero prazer, mera estética entre outros motivos desnecessários para sobrevivência.

No entanto, generalizar é imprudência, à medida que é possível ver categoricamente que existam aqueles que não possuem pensamentos tão destrutivos…
Postagens recentes

Tempo!

Sistema inadequado!

Diante das metáforas da vida, de pequenos detalhes que aprofundando os pensamentos somos capazes de perceber uma idéia muito inadequada ao bem comum da vida. Os animais seguem um fluxo, um fluxo genético, um sinal, ações premeditadas como máquinas programadas, como seres inanimados.
Curioso pensamento, mas não menos intrigante para as mentes mais abertas, não menos interessantes quanto ao caminhar da vida. Um sistema quase imperceptível, pela cegueira humana, pela rotina humana, pelo próprio ser humano que busca o adequado para o sentido da própria existência.
Como máquinas possuem ações que não são aprendidas, mas sim ativadas pela genética. Não serei eu entrar em detalhes daquilo que passa despercebida, as metáforas existem em cada detalhe, em cada ser vivo, cabe quem deseja analisar.
Um pouco do absurdo, um pouco de incompreensão junto com o fluxo dos pensamentos rotineiros, demasiadamente rotineiros e sedentários, é capaz de fazê-lo não compreender ou mesmo ver como uma afronta aos s…

Vulgo e excessões

Espelhos!

Porque somos espelhos, reflexos de tudo e de todos. Uma pedra, um mineral, um pó, nada além disso, que reflete tudo. Mover-se é difícil, pois não tem vida própria, pois assim não pode ir além!

Por que espelhos? Mais interessante seria ser como as águas, que carregam tudo que for possível por onde passa, e vive a contemplar cada passagem, sem rumo, sem medo, por que não lhe convém. Apenas contemplando.

Não deseja ter, pois sabe que nada lhe pertence, e nada dura para sempre. Apenas contemplando. Não há vaidades, há apenas conseqüências!

Algo

Valores

Há uma busca perpétua hoje, onde os seres humanos buscam a perfeição! Perfeição esta, que nada mais é do que a ilusão de uma limitada vida. Onde os valores já não se encontram mais, onde a ética e a moral ficam sem segundo plano.Do que vale os conceitos tradicionais, se já não há mais aqueles que admiram? Novos conceitos, novos hábitos tudo se renova em uma velocidade tão rápida, e ao mesmo tempo quase imperceptível. Povos antigos valorizavam a família suas tradições, suas religiões (onde muitas delas não serviam como mero instrumento de manipulação), existia um respeito.Respeito este que era tanto com si mesmos quanto com a natureza que os cercara, que para muitos era uma divindade que se manifestava. Mas qual o porquê te tanta mudança? Seriam as renovações de pensamentos, seria o antropocentrismo? Aquilo que mais parece ser uma evolução caminha para o lado contrário?O mundo sempre evoluiu na guerra, onde os limites mostravam a capacidade do ser humano, quando este colocado ao extrem…